Mesmo com queda na geração de empregos em novembro, MS no acumulado do ano teve crescimento na geração de empregos

Campo Grande – Hoje (27) o Ministério do Trabalho divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de novembro, do qual registra que Mato Grosso do Sul  teve saldo negativo de empregos formais. Porém, mesmo com o resultado negativo em novembro, no acumulado do ano, o Estado apresenta crescimento na geração de empregos, com saldo de 1.512 postos de trabalho.

Em cinco meses deste ano o saldo foi positivo, o MS registra 222.197 admissões em contrapartida teve 220.685 desligamentos, com uma variação de 0,26%.  O setor que mais gerou empregos nos 11 meses desse ano, foi o de serviços, com 1.782 empregos formais; em seguida o comércio, com 1.440 vagas; e agropecuária, com 1.174 novos postos de trabalho.

Em novembro o Caged registrou o fechamento de 2.444 postos de trabalho, com admissão de 16.193 trabalhadores e em contrapartida foram 18.637 desligamentos. Os setores de atividade econômica no MS, seis tiveram fechamento de postos de trabalho, a indústria de transformação, com 869 postos de trabalho fechados; serviços (-747 vagas) e agropecuária (-744 vagas). O único a apresentar saldo positivo foi o comércio, com geração de 307 novas vagas. Também teve saldo positivo a indústria de transformação (+327 vagas), extrativa mineral (+14 vagas).

Setores de Atividade Econômica Saldo de Novembro de 2017
Variação Absoluta Variação Relativa (%)
Extrativa Mineral -2 -0,09
Indústria de Transformação -869 -0,93
Serviços Industriais de Utilidade Pública – SIUP -28 -0,41
Construção Civil -361 -1,42
Comércio 307 0,25
Serviços -747 -0,40
Administração Pública 0 0,00
Agropecuária -744 -1,01
Total -2.444 -0,47

 

Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, Sidrolândia foi o que teve melhor saldo  no mês de novembro, com 185 novas vagas,  Nova Andradina (37) e Amambai (5).

Campo Grande, teve saldo negativo de (-342) vagas, Maracaju fechou o mês (-744 vagas),Três Lagoas (-396), Ponta Porã (-133), Corumbá (-88), Rio Brilhante (-84), Dourados (-49), Coxim (-27), Aquidauana (-19), Naviraí (-8) e Paranaíba (-8).   

  NOVEMBRO/2017 NO ANO **
                 
MUNICÍPIO TOTAL ADMIS. TOTAL DESLIG. SALDO VARIAC. EMPR % * TOTAL ADMIS. TOTAL DESLIG. SALDO VARIAC. EMPR %
                 
AMAMBAI 125 120 5 0,11 1.566 1.551 15 0,34
                 
AQUIDAUANA 126 145 -19 -0,37 1.555 1.518 37 0,73
                 
CAMPO GRANDE 6.837 7.179 -342 -0,18 86.718 87.996 -1.278 -0,65
                 
CORUMBÁ 383 471 -88 -0,62 5.433 5.186 247 1,79
                 
COXIM 103 130 -27 -0,63 1.421 1.651 -230 -5,10
                 
DOURADOS 1.800 1.849 -49 -0,09 21.322 20.074 1.248 2,21
                 
MARACAJU 228 972 -744 -7,92 4.005 4.377 -372 -4,08
                 
NAVIRAÍ 290 299 -9 -0,09 3.902 3.817 85 0,87
                 
NOVA ANDRADINA 346 309 37 0,37 4.757 4.207 550 5,85
                 
PARANAÍBA 354 363 -9 -0,11 4.238 3.455 783 10,88
                 
PONTA PORÃ 187 320 -133 -1,28 3.568 3.374 194 1,91
                 
RIO BRILHANTE 188 272 -84 -0,91 3.458 3.784 -326 -3,43
                 
SIDROLÂNDIA 421 236 185 2,40 3.257 2.696 561 7,65
                 
TRÊS LAGOAS 985 1.381 -396 -1,17 18.224 21.783 -3.559 -9,65
                 
TOTAL 12.373 14.046 -1.673 -0,44 163.424 165.469 -2.045 -0,54