Funtrab promove ‘Dia D’para atender somente pessoas com deficiência e reabilitados do INSS

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, outubro 28, 2019 as 10:54 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul(Funtrab) realiza a sexta edição do “Dia D” nesta quarta-feira(30), no qual reúne 28 empresas empregadoras, trabalhadores com deficiência e reabilitados do INSS(Instituto Nacional de Seguro Social), para promover a inclusão das Pessoas com Deficiência(PcD) no mercado formal de trabalho.

O evento é realizado por meio de uma parceria entre o Governo do Estado e o Ministério da Economia (que incorporou o antigo Ministério do Trabalho e Emprego). O objetivo é aproximar os candidatos das vagas existentes no mercado e orientar as empresas para que cumpram a legislação vigente sobre a necessidade de contratarem número mínimo de pessoas com deficiência em seus quadros. A parceria com as empresas participantes disponibiliza mais de 200 vagas em processo seletivo presencial.

A Funtrab busca realizar a intermediação de mão de obra para os trabalhadores no MS, e para atender as Pessoas com Deficiência possui o setor de Serviço Social, com duas assistentes sociais que buscam realizar a inclusão social ano todo. As Pessoas com Deficiência e reabilitados do INSS devem comparecer na Rua 13 de maio, 2.773, das 7h30 às 17h30, com laudo médico atualizado, documentos pessoais e Carteira de Trabalho. Vale lembrar que os demais interessados que precisem de outros serviços (intermediação de mão de obra, Carteira de Trabalho, Seguro-Desemprego), o atendimento será feito pela Funsat, à Rua 14 de julho, 992.

‘Dia D’

É uma ação que ocorre no Brasil, para atender as políticas públicas voltadas para as Pessoas com Deficiências, e para conscientizar as empresas sobre a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, lei de cotas para contratação de deficientes nas empresas que possuam mais de 100 funcionários. As regras são: até 200 funcionários ficam destinada 2% das vagas para PcD, de 201 a 500 funcionários 3%, de 501 a 1000 funcionários 4%, de 1001 em diante funcionários 5%.

Cláudia Yuri(Fundação do Trabalho de MS)

Publicado por: Claudia Yuri

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.