MS gerou 6.210 empregos formais em março, em 12 meses já foram 39,2 novas vagas

Categoria: Caged | Publicado: sexta-feira, abril 29, 2022 as 07:31 | Voltar

Os últimos dados divulgados pelo Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), referentes a março de 2022, indicam que foram criados 6.210 empregos formais no Estado. .

Nos três primeiros meses do ano, já foram gerados 17.044 empregos e nos últimos 12 meses, com destaque para o setor da Agropecuária (4.046 vagas a mais), Atividades Administrativas e complementares (2.097 a mais) e Construção (2.437 a mais). O saldo acumula 39,2 mil novas vagas em Mato Grosso do Sul.

Os setores que mais criaram empregos formais em março foram: serviços (2.737 a mais), indústria (1.351 a mais) e construção civil (994 a mais). Os Serviços vêm apresentando, no acumulado dos últimos 12 meses, 15.251 vagas a mais, enquanto o comércio criou 8.718 vagas a mais. Os subsetores dos Serviços que tiveram maiores contratações em março foram: educação (355 vagas a mais), atividades administrativas e complementares (768 vagas a mais) e transportes (828 vagas a mais).

Com relação à distribuição geográfica das novas vagas, Campo Grande continua liderando. Foram gerados 1.779 na Capital em março, em seguida vem Aparecida do Taboado com 412, Três Lagoas (368), Ribas do Rio Pardo (364), Nova Andradina (328), Rio Brilhante (325), Naviraí (281), Sonora (279) e Dourados, encerrando o ranking dos 10 melhores posicionados, com 264 novos empregos.

Confira o sumário :

 Nível de Emprego com Carteira Assinada

Março 2022

  1. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o estoque de emprego formal no MS apresentou expansão em Março de 2022. O crescimento foi de 6.210 postos de trabalho, equivalente a variação de 1,08% em relação ao estoque do mês anterior. Esse resultado originou-se de 34.029 admissões e de 27.819 desligamentos.
  2. Em termos setoriais, os dados mostram que o melhor resultado foi o do setor de serviços (+2.737 postos de trabalho), seguido pelo setor de indústria (+1.351), construção (+994), agropecuária (+909) e comércio (+219).
  3. No mês de março 2022, Mato Grosso do Sul está em 9º lugar entre as unidades da federação na geração de empregos formais com saldo de 6.210 empregos. O crescimento de 1,08% em relação ao estoque de emprego do mês anterior coloca o MS em 2º lugar em termos de crescimento percentual em março de 2022.
  4. No acumulado do ano (janeiro a março), o MS ocupa o 10º lugar no país na geração de empregos formais com um saldo de 17.044 empregos. O crescimento de 3,03% em relação ao estoque de empregos do mês de dezembro/2021 coloca o MS em 3º lugar em termos de crescimento percentual no ano de 2022.
  5. No acumulado dos últimos 12 meses, que engloba o período de abril/21 a março/22, o MS ocupa o 17º lugar no país com um saldo de 39.181 empregos formais. A expansão de 7,26% no período coloca o MS em 15º lugar em termos de crescimento percentual.

Demonstrativo

Março de 2022
SETORES     ADMITIDOS      DESLIGADOS     SALDO
Agropecuária 4.280 3.371 909
Comércio 7.863 7.644 219
Construção 3.046 2.052 994
Indústria 5.789 4.438 1.351
Serviços 13.051 10.314 2.737
TOTAL 34.029 27.819 6.210

 

MATO GROSSO DO SUL
ADMITIDOS/DESLIGADOS/SALDO-MARÇO 2022
Municípios Admitidos Desligados Saldo
ÁGUA CLARA 424 330 94
ALCINÓPOLIS 25 22 3
AMAMBAI 242 231 11
ANASTÁCIO 130 136 -6
ANAURILÂNDIA 47 53 -6
ANGÉLICA 188 73 115
ANTONIO JOÃO 23 29 -6
APARECIDA DO TABOADO 780 368 412
AQUIDAUANA 252 237 15
ARAL MOREIRA 61 103 -42
BANDEIRANTES 37 40 -3
BATAGUASSU 348 254 94
BATAYPORÃ 37 61 -24
BELA VISTA 92 96 -4
BODOQUENA 106 47 59
BONITO 408 342 66
BRASILÂNDIA 150 106 44
CAARAPÓ 258 227 31
CAMAPUÃ 105 90 15
CAMPO GRANDE 12.336 10.557 1.779
CARACOL 24 21 3
CASSILÂNDIA 207 157 50
CHAPADÃO DO SUL 759 506 253
CORGUINHO 20 16 4
CORONEL SAPUCAIA 16 23 -7
CORUMBÁ 996 841 155
COSTA RICA 443 258 185
COXIM 207 243 -36
DEODÁPOLIS 59 153 -94
DOIS IRMÃOS DO BURITÍ 46 45 1
DOURADINA 18 15 3
DOURADOS 3.200 2.936 264
ELDORADO 129 68 61
FÁTIMA DO SUL 270 136 134
FIGUEIRÃO 31 20 11
GLÓRIA DE DOURADOS 47 50 -3
GUIA LOPES DA LAGUNA 59 54 5
IGUATEMÍ 118 93 25
INOCÊNCIA 74 70 4
ITAPORÃ 137 126 11
ITAQUIRAÍ 194 197 -3
IVINHEMA 295 188 107
JAPORÃ 7 6 1
JARAGUARÍ 39 29 10
JARDIM 165 135 30
JATEÍ 42 51 -9
JUTÍ 23 27 -4
LADÁRIO 41 47 -6
LAGUNA CARAPÃ 35 55 -20
MARACAJÚ 512 467 45
MIRANDA 98 129 -31
MUNDO NOVO 169 146 23
NAVIRAÍ 785 504 281
NIOAQUE 50 36 14
NOVA ALVORADA DO SUL 365 191 174
NOVA ANDRADINA 791 463 328
NOVO HORIZONTE DO SUL 13 16 -3
PARAÍSO DAS ÁGUAS 189 75 114
PARANAÍBA 456 444 12
PARANHOS 23 24 -1
PEDRO GOMES 36 37 -1
PONTA PORÃ 628 537 91
PORTO MURTINHO 56 74 -18
RIBAS DO RIO PARDO 876 512 364
RIO BRILHANTE 690 365 325
RIO NEGRO 25 35 -10
RIO VERDE DE MATO GROSSO 122 101 21
ROCHEDO 52 63 -11
SANTA RITA DO PARDO 93 68 25
SÃO GABRIEL DO OESTE 398 472 -74
SELVÍRIA 88 73 15
SETE QUEDAS 41 26 15
SIDROLÂNDIA 550 455 95
SONORA 440 161 279
TACURÚ 29 32 -3
TAQUARUSSU 89 46 43
TERENOS 93 107 -14
TRES LAGOAS 2.501 2.133 368
VICENTINA 21 59 -38
Total 34.029 27.819 6.210

Fonte: Novo Caged – STRAB/MTP

Elaboração: FUNTRAB/Coordenadoria de Estudos e Pesquisas

Publicado por: mmelo@funtrab.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.