Projeto “MS Sustentável” da Funtrab é destaque em revista eletrônica

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, junho 17, 2016 as 10:34 | Voltar

Campo Grande (MS) – Neste mês o 5º Boletim Eletrônico da Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária, publicou uma matéria com destaque para o projeto “MS Sustentável” elaborado pela Coordenadoria de Economia Solidária da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab).

A 5ª edição do Boletim contém várias reportagens. Nesta edição é possível conhecer as ações que aconteceram nas mais diversas regiões do país, incluindo recomendações do Conselho Nacional de Economia Solidária, encontros estaduais de gestores, além do diálogo promovido entre representantes da Unidade Temática de Economia Social e Solidária das Mercocidades.

Para acessar o boletim clique no link:

http://rededegestoresecosol.org.br/wp-content/uploads/2016/06/unitrabalho-boletim-eletronico-jun16-03-baixa.pdf

“MS Sustentável”

O projeto é executado por metas, na primeira etapa, ocorreu à mobilização e conscientização dos beneficiários sobre a importância das ações a serem desenvolvidas. São realizados diagnósticos e criação de banco de dados para a identificação da atual situação dos catadores (as) dos cinco municípios atendidos pelo projeto, sendo: Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Ponta Porã e Corumbá.

Na segunda etapa os beneficiários serão capacitados por meio de cursos presenciais que lhes trarão conhecimento e autogestão para atuarem corretamente na coleta, seleção, destinação e comercialização dos materiais.

O projeto também prevê apoio técnico jurídico para formações de cooperativas, associações e empreendimentos econômicos que fomentem ações da economia solidária, além da instalação de equipamentos necessários, como prensas, caminhões, balanças, empilhadeiras, esteiras para triagem, mesas para triagens, computadores, equipamentos de proteção individual entre outros.

Ao total, o “MS Sustentável” irá beneficiar uma estimativa de. 1.694 catadores (as) de forma direta e 2.541 de forma indireta. A previsão de conclusão é para dezembro de 2016.

O projeto conta também com a parceira da Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) de Mato Grosso do Sul(MTPS/MS), Instituto do Meio Ambiente (Imasul), Fórum Estadual de Economia Solidária de Mato Grosso do Sul (FEES/MS), Fórum do Lixo e Cidadania, Movimento Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis/Rede de Cooperativa de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária de Dourados, Associações de Agentes Ecológicos de Dourados (Agecol), além de outras secretarias e cooperativas dos outros municípios beneficiados.

Com informações: rededegestoresecosol.org.br

Publicado por: mmelo@funtrab.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.