Saque de conta inativa do FGTS beneficia trabalhador e o país

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, fevereiro 16, 2017 as 10:37 | Voltar

Até R$ 43 bilhões poderão ser sacados entre março e julho de 49,6 milhões de contas inativas

 “A medida é boa para o Brasil, é boa para o trabalhador e boa para a economia, porque serão R$ 43 bilhões que estarão à disposição. Aqueles trabalhadores que têm as suas contas inativas poderão utilizar esse dinheiro da forma que seja mais vantajosa, tanto para quitar dívidas como realizar investimentos. É o trabalhador que vai decidir o que vai fazer com seu dinheiro”, declarou o ministro Ronaldo Nogueira, nesta terça-feira (14), durante o anúncio do calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Para o ministro não há dúvidas que a liberação dos recursos vai alavancar a economia e ajudar os trabalhadores que necessitam dos recursos. Com a liberação, a economia pode receber mais de R$ 40 bilhões de recursos até o dia 31 de julho.

O calendário de saques foi divulgado na última terça-feira (14). Os pagamentos começam no dia 10 de março e vão até 31 de julho, seguindo um calendário baseado na data de aniversário do trabalhador (veja quadro abaixo).

Abertura do calendário Trabalhadores nascidos em
10 de março janeiro e fevereiro
10 de abril março, abril e maio
12 de maio junho, julho e agosto
16 de junho setembro, outubro e novembro
14 de julho dezembro

 

Os saques das contas inativas foram anunciados no final do ano pelo presidente Temer e se tornaram possíveis após aprovação da medida pelo Conselho Curador do FG

De acordo com a Caixa, existem 49,6 milhões de contas inativas com um saldo total de R$ 43,6 bilhões. Os saques vão beneficiar 30,2 milhões de trabalhadores. Podem sacar o saldo das contas inativas os trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos até 31 de dezembro de 2015.

Em seu discurso, o ministro ressaltou que o governo vem adotando ações efetivas de favorecimento aos trabalhadores e para o crescimento da economia. Além da liberação de saque das contas do FGTS, o ministro citou o saque do abono salarial ano-calendário 2014, cujo prazo se encerrou no final de 2016, após determinação do ministro. “Com isso tivemos o segundo maior índice de saques da história, beneficiando milhares de pessoas que haviam perdido o prazo”, declarou.

Os saques do abono beneficiaram 22,61 milhões de trabalhadores, que sacaram R$ 18,8 bilhões. No total, 95,93% dos trabalhadores com direito a até um salário mínimo de abono sacaram os valores. O melhor índice registrado foi em 2009, quando 96,3% das pessoas com direito ao abono sacaram o valor.

Agências da Caixa – O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, disse que o banco preparou um esquema especial para atender os trabalhadores com contas inativas. A partir do dia 14 de fevereiro, 3.412 agências da Caixa em todo o país vão abrir duas horas mais cedo para atender exclusivamente trabalhadores com contas inativas. No sábado (18), 1.891 agências funcionarão pelo mesmo motivo, das 9h às 15h.

Segundo Occhi, 90% das contas inativas têm saldo de até R$ 3 mil. Os trabalhadores podem conferir o saldo em um aplicativo na página da Caixa na internet. Basta informar o CPF que o sistema informa se o trabalhador tem saldo a receber e qual é o valor.

Fonte: Ministério do Trabalho

 

Publicado por: mmelo@funtrab.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.